16 de abril de 2016 / Blogueira Vlog

IMG_2917

Oi gente, como vocês estão? Adivinha quem finalmente voltou com o canal? Merecia até uma festinha em comemoração hahaha Pra esse recomeço decidi falar de um tema que vocês vivem me pedindo no twitter: minhas tatuagens. Falei os significados, sobre dor, arrependimento e cuidados, vem ver:

E aí, gostaram? Não esquece de clicar em curtir e se inscrever no canal, porque vai ter vídeo novo toda semana (SIM! FINALMENTE!)!


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e espalhe o EA por aí!

INSTAGRAM  // TWITTER  // YOUTUBE // TUMBLR // FACEBOOK



28 de março de 2016 / Blogueira

Daqui uma semana eu completo 19 anos e só ontem fui me tocar em como o último ano passou rápido! Foram muitas mudanças, muita gente saindo e muita gente entrando na minha vida, muitas viagens, muitas memórias… Devaneios à parte, resolvi, depois de anos, fazer uma wishlist do que eu andei desejando nos últimos tempos:

snapchat-logo - Copia

 

 

  • Na minha casa tem um quarto vazio, que depois de algum tempo, convenci meus pais a deixarem eu montar ali meu home office, pra poder gravar vídeos e escrever posts e trabalhos da faculdade mais tranquilamente! Então, nos últimos dias fiquei horas procurando ideias e inspirações. Tô doida pra começar a comprar os móveis, quadros e outras decorações <3
  • O livro incrível da Sophia Amoruso, #GirlBoss. Comecei a ler na livraria e me apaixonei!
  • Depois de cinco anos juntos, definitivamente meu celular não aguenta mais o tranco. Já deu e continua dando todos os problemas possíveis. Meu maior desejo do momento é um Iphone novo!
  • Quando eu estava em São Paulo acabei conhecendo a InBox, uma loja de sapatos femininos incrível! Além do bom gosto indiscutível, os preços são incríveis. Comprei uma botinha, mas saí de lá desejando várias outras, principalmente essa da foto.
  • Eu amo meu quarto, mas a decoração dele ainda não está está do jeito que eu quero. Uma das coisas que fico namorando sempre que vejo em alguma loja são essas mãos articuladas!
  • Desde criança meu pai me compra All Star e até hoje é meu tênis favorito! Os meus já estragaram todos de tanto usar e depois de anos comprando modelos estampados e coloridos, queria um branquinho, pra variar.
  • Nunca fui muito chegada em maquiagem, mas também tenho meus aqueles “produtos que não vivo sem”. Um deles é o delineador. O meu eu perdi em alguma viagem no meio do ano passado e até hoje não consegui comprar outro.
  • Como a Wishlist é minha, posso sonhar alto hahah acho essa impressora da Instax sensacional! Você pode selecionar qualquer foto do seu celular e imprimir no formato polaroid <3
  • Essa Adilette! Confesso que não gostava, até usar por uma semana uma emprestada de uma amiga. Não podia faltar nessa wishlist!
  • Eu sou apaixonada por anéis, especialmente essas no estilo que coloquei na montagem! Sempre vejo lindos lá na Forever21.

 

Bem, é isso! Estou pensando em fazer essas wishlists mais vezes, dá pra definir algumas metas, juntar a grana e comprar coisas que eu realmente estou querendo há algum tempo.


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e espalhe o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR // YOUTUBE



4 de março de 2016 / Blogueira Textos

IMG_2120

No final de novembro de 2015, fui contratada por um estudante de jornalismo para fazer alguns registros para o TCC dele. O tema era relacionado a cooperativas de lixo, para quem não sabe, são lugares onde o lixo é separado, prensado e vendido para ser reciclado.

Era quarta feira e lá estava eu, fotografando todo o pessoal da cooperativa durante o trabalho, quando tropeço em uma caixa e escuto alguns latidos bem baixos. Quando abro, encontro seis cachorrinhos com poucos dias de vida. Um deles logo me chamou mais a atenção, fiquei apaixonada logo de cara e depois que terminei de fotografar tudo o que precisava, voltei na caixa, peguei o filhotinho e fiquei brincando.

Um dos funcionários da cooperativa, o que cuida de todos os cães que moram por lá (Cerca de 10 adultos e, na época, 10 filhotes), me viu e disse “olha só, ele deu muito certo com você! Ele é meio na dele, não é de dar muito carinho, mas já tá até te lambendo”. Depois de alguns minutos ele voltou e disse “Olha, se você quiser, pode ficar com ele. Deu pra ver que vocês dois deram muito certo”.

A testa do Dylan sempre ficava franzida de um jeito que parecia preocupação, um jeitinho meio pidão, e acho que foi uma das coisas que mais me fez apegar nele nesse primeiro contato. Quando ele chegou aqui em casa, estava cheio de pulgas, piolhos e carrapatos, tinha doença de pele que foi transmitida pela mãe durante a gravidez e estava cheio de vermes. Mesmo assim, ele era tão alegre, que parecia ser o cachorro mais saudável do mundo.

IMG_2119

Lembro como se fosse hoje da primeira noite dele em casa. Ele convivia com outros 20 cachorros, nunca tinha ficado sozinho na vida e de repente, estava ali, de madrugada, tudo escuro e sem ninguém pra brincar. Não deu outra, ele chorou a noite inteira, só parou quando eu fiquei com ele durante duas horas e quando não aguentei mais o sono, tirei minha camiseta e enrolei nele. Não é que ele já tinha se acostumado com meu cheiro e dormiu em cinco minutos?

Nos primeiros dias ele não sabia como beber água na tigela, a gente tinha que descer um pouquinho a cabeça dele até a água pra ele conseguir beber, mas ele sempre aprendeu tudo muito rápido! Só fazia xixi no jornal depois de duas semanas, sem nenhuma ajuda desses produtos com cheiros que os veterinários recomendam.

Ele é extremamente carinhoso, é ainda mais brincalhão e um pouco exagerado, por isso, algumas brincadeiras acabavam deixando alguns arranhões. Sempre adorou andar de carro, fica sentado no nosso colo observando tudo que passa pela janela (mas não gostava de colocar a cabeça pra fora, como alguns cachorros adoram).

Na hora de passear, a gente pena um pouco, ele é muito forte e acaba puxando bastante. Ele sabe exatamente quando eu chego da faculdade e se ao sair do elevador eu não abrir a porta em dez segundos, ele começa a chorar. O nosso passatempo preferido é: eu sento no chão com perna de índio e ele fica no meu colo, cada um fazendo suas coisas – ele mordendo algum brinquedo ou dormindo e eu lendo ou mexendo no celular. Nessa, a gente ficava por horas.

IMG_2125

Ele acabou crescendo muito e mais rápido do que a gente esperava. Em quatro meses ele já se apoiava na minha cintura quando ficava em cima das patas traseiras. Foi aí que começaram os problemas…

Eu moro em apartamento e, como eu disse antes, o Dylan é muito brincalhão e adora investigar tudo. Como ele já estava grande, começou a alcançar os vasos de plantas da minha mãe e não pensava duas vezes antes de espalhar quilos de terra pela casa toda. Ele desfiou o sofá de tecido da sala, comeu meu cartão de crédito, minha carteirinha de passe de ônibus e meu cartão de memória (nele tinha um documentário que eu tinha que entregar na faculdade em duas semanas – eu não tinha uma segunda cópia). Ele comeu a agenda da minha mãe, roeu os pés da cadeira e rasgou o forro que fica na parte de baixo do sofá.

No final das contas, a gente percebeu que nossa casa era um lugar muito pequeno pra ele. Ele nasceu em uma chácara, faz parte da natureza dele correr quilômetros por dia e isso era uma coisa que a gente, por mais que desse todo o amor do mundo, não poderia proporcionar. Com o tempo, isso foi o afetando. O Dylan passou a ter o olhar triste e a cada dia ele parecia ter mais energia e mais vontade de correr e brincar.

Um dia, meus pais decidiram que não conseguiam mais manter ele aqui. No fundo eu sabia disso há algum tempo, mas não queria admitir, porque se eu admitisse, o Dylan iria embora. E ele foi.

IMG_2131

Hoje, ele está morando na chácara de um amigo da família, com outros cachorros tão brincalhões quanto ele e sendo muito bem cuidado pelo pessoal que mora lá. Deixar um ser vivo que a gente ama ir embora é a coisa mais dolorosa que existe.

Sei que ele está em um lugar muito melhor pra ele e nem por um dia deixo de pensar naquele bichinho. O Dylan me ensinou a ser mais cuidadosa, responsável, carinhosa e paciente. Me ensinou mais sobre o amor, sobre a lealdade e amizade.


 Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e espalhe o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR // YOUTUBE



8 de janeiro de 2016 / Blogueira

largeE veio 2016 (já faz uns dias né? hahah)! Normalmente eu faço aquelas listinhas com metas pro ano novo, mas esse ano, quando deu o primeiro minuto eu parei e pensei “caraca, o que eu quero pra esse ano?”. A gente vai crescendo, vai amadurecendo em alguns aspectos (mas sempre tem aquele lado que continua criança por um longo tempo) e vai percebendo que a vida é mais complicada do que a gente sequer chegou a imaginar um dia. Lembro quando deseja “ah, como quero morar sozinha, mudar de cidade, viver coisas novas”, hoje eu vejo quanta dificuldade tem por trás de cada desejo desses, que parece ser tão simples. Não se engane, o desejo ainda está aqui, mesmo sabendo de todos os contras que terei para realizá-los… Pensando pelo lado positivo, é muito mais fácil vencer um batalha quando a gente já conhece o inimigo né? Contas, trabalho, responsabilidades, faculdade… É tanta coisa, mas olhando pra frente vejo que está tudo só começando, afinal, são só 18 anos, mas em contra partida, é tempo demais! Olho para trás e vejo quanta coisa já fiz, quanta coisa deixei de fazer e quanta coisa desejo fazer.

Amadurecer e ser muito feliz, essa é minha meta. E que todos nós sejamos capazes de fazer e conquistar o melhor em 2016.


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e espalhe o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR // YOUTUBE



28 de agosto de 2015 / Blogueira

large

Oi gente! Desde que entrei na faculdade, várias pessoas me pedem para fazer um vídeo falando sobre como funcionam as aulas, como são as pessoas e como é minha rotina… preferi fazer esse post em texto mesmo, então vamos lá!

Passei no início de 2015 para o curso de Jornalismo na UFG (Universidade Federal de Goiás). O curso é incrível, a gente convive com pessoas incríveis e vive situações inesquecíveis. Vou separar alguns tópicos para tratar aqui e qualquer coisa que eu por acaso não falar, vocês me falam nos comentários e eu escrevo outro post!

Como eu escolhi o curso?

Minha mãe e meu pai se formaram em jornalismo e foi na faculdade que eles se conheceram… eles nunca colocaram pressão pra eu seguir nenhum tipo de carreira, até o primeiro ano do ensino médio eu pensava em cursar arquitetura, mas no final das contas eu acabei optando por jornalismo mesmo!

Como funciona seu curso? Quais aulas você tem?

Muita gente me pergunta: o que um curso de jornalismo ensina? Bem, eu só fiz o primeiro período e ainda não iniciei o segundo por conta da greve dos professores, então não posso afirmar com certeza nada que não seja sobre o primeiro período…

Até agora eu tive aulas mais teóricas: Filosofia, Sociologia, Redação e Expressão, Sociedade e os movimentos sociais, Cultura Brasileira e Teorias do Jornalismo. As duas primeiras aulas eu acho que nem preciso explicar né? O que eu achei mais legal é que, diferente do ensino médio, as aulas não são focadas pra você decorar as teorias de cada pensador e sim pra você interpretar e enxergá-las no mundo.

Redação e Expressão foi, basicamente, uma aula de português… A gente estudou alguns pontos importantes da escrita, como a pontuação e trabalhou bastante a área de argumentação e interpretação.

dfgdfg

A Sociedade e os movimentos sociais foi um nome fictício, porque na verdade a matéria se chamava “seminário temático” hahah Eu adorei fazer essa matéria! A gente estudou e entrou em contato com diferentes movimentos sociais: organizamos um seminário em parceria com as mulheres da comurg, viajamos e passamos dois dias em um acampamento do MST… Foram experiências inesquecíveis!

Em Cultura Brasileira, a gente estudou as características e situações que marcaram e ainda marcam a história do nosso país. Um dos pontos que mais estudamos, por exemplo, foi a questão racial. Foi uma aula muito boa, que passei a valorizar lá no final do semestre, porque o professor tinha uma vibe diferente da turma, digamos assim…

Em Teorias do Jornalismo estudamos as teorias da formação da notícia, o porque das notícias e jornais terem a estrutura que têm.

Estou querendo fazer um resumão de cada período pra vocês!

Como é a faculdade? E as pessoas lá, como são?

O meu curso fica no campus mais distante da UFG, eu pego dois ônibus e levo uma hora para chegar até lá, mas eu adoro! Tem gente de TODO tipo por lá e por ser um lugar enorme, você consegue evitar qualquer pessoa e grupinho de pessoas que você não goste… Rolam muitas coisas diferentes e nas primeiras semanas acabam assustando a gente (pessoal de humanas, sendo pessoal de humanas), mas depois a gente acostuma e até estranha quando não tem nada acontecendo hahaha

bjhh

Tem alguma coisa que te desanima?

Existem duas coisas que me desanimam um pouco: a primeira coisa é a desorganização da administração do meu curso, vira e mexe acontecem alguns problemas por falta de comunicação (olha só a ironia hahah). A segunda coisa, são algumas pessoas que tem um gênio bem complicado de lidar… e como faculdade ninguém sai/entra assim do nada, a gente tem que aprender a lidar!

 

Bem, essas foram as perguntas que mais recebi ao longo do último semestre! Espero que tenham gostado… qualquer outra dúvida pode deixar um comentário ou mandar recado em qualquer rede social!


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e ajude a espalhar o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR



26 de junho de 2015 / Blogueira Mexa-se

large (1)

Oi gente, tudo bem? Acho que todo mundo que me acompanha no blog e em outras redes sociais sabe que eu faço balé há muitos anos, muitas pessoas vem falar comigo, pedindo pra eu contar minha história com a dança e perguntando se tenho alguma dica pra fazer abertura e coisas do tipo… Decidi então fazer esse post pra esclarecer tudo pra vocês!

 

Comecei a fazer balé clássico com 7 anos de idade, em 2015 completo 12 anos de dança, porque minha melhor amiga não queria fazer as aulas sozinha e me pediu muito pra ir com ela. Ninguém (nem eu mesma) dava muito por mim nessas aulas, eu nunca tinha tido nenhum contato com balé e no primeiro ano pareci bem indiferente quanto às aulas.

large

No ano seguinte, por falta de grana aqui em casa, tive que sair da escola de dança que estava. Foi mais ou menos aí que eu vi que gostava muito de dançar e pedi muito pra minha mãe não me deixar sem as aulas. Acabei indo pra uma escola de artes do governo e fiz balé e artes plásticas lá por um ano. Nessa escola estadual de artes, a professora (eu nunca soube o nome dela, sim, sou péssima com nomes) me ajudou muito a crescer na técnica. Como entrei mais velha que a maioria, eu não sabia muitas coisas básicas e ela me ensinou tudo isso (não exatamente da maneira mais delicada).

large (2)

Essa foto é só pra ilustrar como toda bailarina é em público depois de alguns anos de dança hahaha eu mesma tenho várias fotos do tipo

No outro ano, voltei para minha primeira escola e permaneci lá até março de 2015, o lugar acabou fechando. Nessa escola, eu cresci e aprendi praticamente tudo o que eu sei e sou muito agradecida a todas as professoras que me ajudaram nesses 10 anos que fiz aulas lá. Depois do balé clássico, comecei a fazer aulas de jazz e depois fiz aulas de contemporâneo (o estilo que eu mais gosto e me identifico).

Vou mostrar pra vocês vídeos de cada estilo das danças que citei, pra vocês entenderem a diferença entre eles:

Primeiro o balé, que praticamente todo mundo conhece né? Escolhi dois vídeos, o primeiro com partes de ensaios de um grupo e o segundo um solo da minha variação preferida.

Agora o jazz, é um pouco complicado definir porque cada coreógrafo tem um estilo próprio… alguns chegam a se aproximar bastante do street e hip hop. Achei alguns vídeos com coreografias que tem o estilo bem próximo com o que já dancei

Por fim, o contemporâneo, que também varia muito de coreógrafo para coreógrafo. Selecionei dois vídeo:


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e ajude a espalhar o EA por aí!
INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR



19 de abril de 2015 / Blogueira

Oi gente, tudo bem? Hoje vim contar pra vocês como foi a minha experiência no primeiro fashion show, aqui em Goiânia! Bem, o evento aconteceu no dia 26 de março (é, faz um tempinho né? Mas só consegui editar as fotos e escrever o post agora!) no Goiânia Shopping e foi o primeiro evento que ganhei meu crachá de imprensa , então vocês imaginam como eu estava feliz né? hahah

Pensando aqui, foi o primeiro evento que fui com intenção de cobrir pro blog! Quero fazer isso mais vezes!

IMG_7385

Cheguei lá e o evento já estava rolando… A primeira coisa que assisti foi a palestra que a blogueira Layla Monteiro e a empresária Danila Guimarães deram sobre redes sociais.

IMG_7395

IMG_7396

A palestra foi bem legal, elas deram muitas dicas, falaram um pouco sobre o papel da blogueira e como as redes influenciam as pessoas e o mercado.

IMG_7405

Passei em alguns dos coquetéis que estavam rolando nas lojas do shopping… Esse acima foi da Shoulder! Eu adoro a marca, sempre compro alguma coisinha por lá e a loja deles é maravilhosa, com uma varanda incrível!

IMG_7467 IMG_7470

Passei também na Eckzem, que estava cheia de cupcakes deliciosos e personalizados com a marca <3

IMG_7472

Na saída da Eckzem, encontrei a Layla e Danila (que está grávida, acreditem se quiserem)!

IMG_7500

Tirei foto com elas, claro! A Danila é um amor, conversamos um pouquinho e já deu pra perceber que é uma pessoa incrível!

IMG_7509 IMG_7513

A Layla é maravilhosa né? Foi super simpática comigo!

1

Rolou um desfile da Scala e da Schutz, fotografei um pouquinho pra vocês!

IMG_7578

Logo depois, rolou uma palestra com o Bruno Astuto! O cara é foda: colunista da revista Época, Vogue, GQ e do Mais Você! Falou um pouquinho sobre moda, sobre o trabalho dele e, claro, das redes sociais!

IMG_7622 IMG_7654

 

2

Depois da palestra, rolaram mais desfiles, acabei fotografando só o da Carmen Steffens, porque minha bateria estava no fim!

IMG_7477

 

A Mari é uma amiga super querida minha, nos conhecemos desde pequenas e ambas fazemos jornalismo, só que ela forma no final do ano e eu acabei de entrar hahah

IMG_7683

Finalmente conheci a Sally pessoalmente! Ela é blogueira do She and Sally, a gente tinha o projeto 6 on 6 juntas, moramos na mesma cidade, mas nunca conseguimos nos encontrar… Sem querer, nos esbarramos lá no evento! Um amor de pessoa <3


Bem, esses foram os registros do primeiro fashion show! Me contem o que acharam aqui nos comentários!


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e ajude a espalhar o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR

 



2 de fevereiro de 2015 / Blogueira Pernambuco Viagens

Oi gente! Como vocês estão? Como prometido no post de Porto de Galinhas, to aqui pra contar como foi a viagem pra Recife! Foi super legal e curti muito, apesar de ter ficado apenas 2 dias. Não coloquei muitas fotos, porque vou fazer posts específicos pra vários lugares (e sim, é uma das minhas metas do ano pro blog indicar lugares legais de várias cidades!). Vamos lá?

IMG_3789

No primeiro dia fomos pra Recife Antigo! O taxi deixou a gente nessa rua toda pintada que dá de frente pro marco zero, que é o local em que Recife nasceu e serve como ponto inicial das estradas de Pernambuco.

IMG_3806

IMG_3810

Nessa rua, tem uma parede incrível cheia de poemas, desenhos e frases legais. Claro que eu tirei várias fotos e logo mais tem look do dia hahah

IMG_3811

Achei demais esse prédio com uma planta nascendo dentro! Muito lindo! E essa arquitetura é maravilhosa né?

IMG_3824

Como era domingo, a praça onde fica o marco zero estava cheia, com um pessoal dançando frevo e com uma orquestra!

IMG_3828

Ai o marco zero!

IMG_3829 IMG_3830 IMG_3831

Em frente ao marco, tem esse mercado bem legal, com diversos tipos de artesanato típicos da região!

IMG_3992

Logo atrás do Mercado de Artesanato, tem esse museu INCRÍVEL que vou fazer um post especial só pra ele! O Cais é inspirado em Luiz Gonzaga e trás a vida de quem vive no sertão nordestino. Tem estúdio de gravação, oficina com instrumentos musicais… Vale muito a visita!

IMG_3910

A Marcela, um seguidora minha do instagram super querida, saiu de Olinda e foi me encontrar lá no Cais e passamos o resto do dia juntas! Ela foi me mostrando lugares bem legais da região

 

IMG_3993

Ela foi com a família também e saímos todos juntos andando por lá!

IMG_3997

Em todo lugar tem uma banda tocando, um grupo dançando, um palco em uma praça… O clima de animação por lá é uma delícia!

IMG_4012 IMG_4013

Chegamos em frente ao Paço do Frevo, um museu lindo que conta a história do Frevo, e encontramos esse pessoal super simpático! Tive que fotografar! (aloka da câmera hahahha)

IMG_4021

Aí a fachada do Paço, que infelizmente não consegui entrar, porque estava lotado! Não dava nem pra respirar lá dentro hahaha fica pra uma próxima!

IMG_4032

Em frente ao Paço tem um feirinha super legal, que atravessamos…

IMG_4042

No meio da feira tinha essa banca (tinha essa banca no meio da feira HAHAHAHA), que achei demais! Muitos livros da literatura brasileira, pena que só achei livros que já li ou tenho aqui em casa.

IMG_4051

 

A Ju comprou esse enfeite de cabelo que ficou tão lindo nela que precisei registrar ahhahah

 

 

IMG_4072

Depois da caminhada, fomos pra Livraria Cultura, que é minha preferida da vida! Sempre super aconchegante, com tapetes e poltronas pra você sentar e ler (ou pode ser em qualquer canto mesmo)!

IMG_4140

Tiramos fotos bem legais por lá e logo trago pra vocês!

IMG_4185 IMG_4193 IMG_4216 IMG_4250

Na segunda de manhã, fomos pra Oficina do Francisco Brennand. Um lugar lindo lindo lindo! Vale demais a visita! Cada cantinho projetado por ele, cheio de obras por todo canto!

IMG_4291 IMG_4301 IMG_4420

 

Por fim, fomos andando pela beira da praia de Boa Viagem até a feirinha e acabou o segundo dia, malas prontas pra ir pra São Paulo!

Esse foi o resumão da minha passada em Recife, mas como eu disse antes, vão ter alguns posts separados, mostrando detalhes de alguns lugares que acho que valem a pena vocês visitarem!


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e ajude a espalhar o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR



25 de janeiro de 2015 / Blogueira Pernambuco Viagens

IMG_3460

Oi gente, como vocês estão? No início de Janeiro passei 1 semana em Porto de Galinhas, uma praia do município de Ipojuca, em Pernambuco. Lá é incrível, com piscinas naturais com água bem clara e morna! Uma delícia de lugar.

A praia já foi eleita a melhor do Brasil por 10 vezes consecutivas e não é pra menos, é um lugar bem legal e tranquilo… Dá pra conhecer ainda várias pessoas legais, inclusive gente de fora, é cheio de gringo por lá!

IMG_3463 IMG_3471

Praia que faz tanta falta quando a gente volta pra casa!

IMG_3514

Mamãe com uma blusa que comprei pra ela quando era pequena e viajei pra participar do meu primeiro festival de dança hahah

IMG_3518 IMG_3521

Fotos da cidadezinha que acabou surgindo em Porto de Galinhas, essas acima são bem na entrada do lugar!

IMG_3524

Os telefones públicos lá são todos assim, em formas de galinha hahah e pela cidade tem um monte de estátuas de galinha, o pessoal adora tirar fotos com elas!

IMG_3525

IMG_3559

Lá é cheio de gente vendendo comida e arte na rua…

IMG_3526

IMG_3557 IMG_3554 IMG_3553

IMG_3581 IMG_3577 IMG_3618 IMG_3604

IMG_3638

Mais algumas fotos do lugar… Bem simples e atualmente tá super arrumadinho!

IMG_3543 IMG_3527 IMG_3566

Família querida <3

IMG_3630

IMG_3563

 

Ao longo da cidade a gente encontra também essas plaquinhas super fofas

IMG_3633

Adorei o quadro dessa loja hahahah

IMG_3593 IMG_3587 IMG_3598

Esse café super aconchegante <3 O lugar mais bonitinho da cidade!

IMG_3632

 

Minha irmã que não queria que o rosto aparecesse na foto hahah

IMG_3645 IMG_3648 IMG_3656

Dia de caminhar na praia com papai…

IMG_3678 IMG_3686

Encontramos essa igrejinha na beira da praia!

IMG_3699 IMG_3722

Posando pra irmã hahahahah

IMG_3750 IMG_3753 IMG_3757 IMG_3758

No Enotel, lugar onde ficamos hospedados, tem uma área de restaurantes típicos: Nordestino, japonês e português! Acabei só indo no nordestino, e pra ser sincera a melhor coisa foi essa sopinha de entrada, que repeti duas vezes hahaha

IMG_3767 IMG_3773

 

Praia e meus companheiros, o livro que estou lendo pro Desafio Literário, celular e havaianas <3

IMG_3640

E o próximo destino é: Recife! Logo mais, tem post novo! Espero que tenham gostado!


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e ajude a espalhar o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR



20 de janeiro de 2015 / Bahia Blogueira Viagens

Como eu disse no post passado, passei a virada do ano na cidade da minha mãe, que fica no interior da Bahia, nas margens de um rio. A cidade se chama Correntina e é uma gracinha, com casas antigas e ruas de paralelepípedos (coisa que o novo prefeito quer tirar -NÃO-)! Resolvi, trazer pra vocês algumas fotos da viagem!

IMG_2768 IMG_2770 IMG_2773 IMG_2778

Essas são fotos do primeiro dia, quando a gente tinha acabado de chegar e precisávamos comprar comida. Fomos pro mercadão que fica no centro da cidade, compramos algumas frutas, verduras, arroz, feijão e eu e minha irmã aproveitamos pra matar a saudade da famosa pitchula hahah

IMG_2821 IMG_2827 IMG_2828 IMG_2832 IMG_2838 IMG_2842 IMG_2884 IMG_2887 IMG_2897

IMG_2900 IMG_2910 IMG_2920 IMG_2926 IMG_2929 IMG_2956 IMG_2960

Mais fotos do primeiro dia lá, ficamos a parte da tarde no rio, conversando, nadando e comendo hahah A minha irmã vocês já conhecem, a de óculos é minha mãe e esse aqui de cima é meu avô!

IMG_2966IMG_3026 IMG_3027 IMG_3031

Fotos tiradas nas Sete Ilhas, que o nome já diz né? hahah São pequenas ilhas que no geral, ficam lotadas, mas é um lugar mais tranquilo pra relaxar, com vários lugares sem correnteza.

IMG_3062 IMG_3071

Essa é a igreja em que meus avós se casaram! O mais legal de ir pra Correntina é ficar conhecendo mais e mais da história da família, lugares que marcaram e pessoas amigas…

IMG_3077 IMG_3078 IMG_3090 IMG_3114 IMG_3117 IMG_3121

Algumas fotos que tirei andando pela cidade

IMG_3144 IMG_3234 IMG_3250 IMG_3264

Fotos que meu pai fez da gente na beira do rio, no famoso Ranchão da cidade! Acabei me esquecendo de fotografar lá pra  vocês.

IMG_3302 IMG_3318 IMG_3328 IMG_3337

E pra finalizar, algumas fotos da estrada, voltando pra casa… São, cerca de 6/7 horas de viagem de carro e depois de Brasília, paramos no Outlet! Logo logo trago um post pra vocês contando minha experiência por lá!

Espero que tenham gostado! Já tem mais post de viagem sendo preparado! Beijão e até o próximo post!


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e ajude a espalhar o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR