20 de novembro de 2014 / TV e Cinema

Finalmente eu voltei, como já estava prometendo há muito tempo no meu twitter e em e-mails que algumas leitoras me enviaram! Como estou de “férias” (ainda tenho um vestibular pra fazer) e ando vendo muitos filmes/séries, achei que seria o assunto ideal para falar pra vocês! Bem, escolhi três filmes que vi nessas últimas semanas, vamos lá:

O candidato honesto

candidato_honesto_640x260px_a

“João Ernesto Praxedes (Leandro Hassum) é um político corrupto, candidato à presidência da República. Ele está no segundo turno das eleições, à frente nas pesquisas, quando recebe uma mandinga da avó, fazendo com que ele não possa mais mentir. Agora começa o problema: como vencer uma eleição falando apenas a verdade?”

O filme é uma crítica aos políticos brasileiros, mostra muito bem a realidade do Brasil, desvio de dinheiro público, recebimento de propina, entre outras coisas... Apesar disso, me fez rir muito, o Leandro Hassum fez, como sempre, uma ótima interpretação… mas foi algo que me fez refletir depois sobre tudo o que está acontecendo no país. Outra coisa que me chamou a atenção foi a falta do “linguajar politicamente correto”, no filme, os personagens falam palavrão igual gente normal (globo não exibirá esse filme hahaha). Vi muita gente comentando que é uma cópia de “O mentiroso” do Jim Carrey, não posso afirmar porque nunca vi (não sou lá muito fã dos filmes dele). Mas, de qualquer maneira, é um filme leve, muito bom pra assistir com os amigos numa tarde desocupada, por exemplo.

Drácula – A história nunca contada

21505800000015092014img_600x280

“Os habitantes da Transilvânia sempre foram inimigos dos turcos, com quem tiveram batalhas épicas. Para evitar que sua população fosse massacrada, o rei local aceitou entregar aos turcos centenas de crianças. Entre elas estava seu próprio filho, Vlad Tepes (Luke Evans), que aprendeu com os turcos a arte de guerrear. Logo Vlad ganhou fama pela ferocidade nas batalhas e também por empalar os derrotados. De volta à Transilvânia, onde é nomeado príncipe, ele governa em paz por 10 anos. Só que o rei Mehmed (Dominic Cooper) mais uma vez exige que 100 crianças sejam entregues aos turcos. Vlad se recusa e, com isso, inicia uma nova guerra. Para vencê-la, ele recorre a um ser das trevas (Charles Dance) que vive pela região. Após beber o sangue dele, Vlad se torna um vampiro e ganha poderes sobrehumanos.”

Não foi um filme que gostei, mas também não odiei. O filme quer mostrar como surgiu o famoso “Conde Drácula”, mostrando que foi um sacrifício que ele fez para manter o filho vivo. Não gosto muito da romantização que fizeram com a história, porque como o próprio Vlad diz no filme “As vezes o mundo não precisa de heróis, mas sim de monstros”, mas foi justamente o contrário que fizeram com ele (?). O drácula em nenhum momento do filme mata e chupa o sangue das pessoas por algum motivo que não seja nobre, o que foge bastante da realidade da história… Mas de qualquer maneira, é um bom filme de ação.

Garota, Interrompida

Original Cinema Quad Poster - Movie Film Posters

‘Em 1967, após tentar se matar, Susanna Kaysen (Winona Ryder) foi diagnosticada como vítima do transtorno borderline – uma aflição com sintomas tão ambíguos que qualquer garota adolescente pode ser enquadrada. Enviada para um hospital psiquiátrico, ela conhece um novo mundo, repleto de jovens garotas transtornadas. Entre elas está Lisa (Angelina Jolie), uma charmosa sociopata que organiza uma fuga.”

A Angie vivia me falando desse filme, que era um dos favoritos dela e eu sempre fiquei com muita preguiça de assistir. Depois de um tempo, criei coragem e hoje é um dos meus favoritos também! As atrizes interpretaram de maneira impecável, especialmente Angelina que levou o Oscar de melhor atriz coadjuvante. Eu adoro filmes de drama, então acabo sendo suspeita pra falar, mas recomendo, acho que todo mundo deveria assistir pelo menos uma vez na vida.

Bem, esses foram os filmes dessa semana! Se tiverem algum filme para indicar, deixem nos comentários, semana que vem trago mais resenhas dos filmes que vi!


Bruna Alecrim

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *