11 de janeiro de 2015 / Música Outros

Oi gente! Quem me acompanha no instagram ou twitter, sabe que faço balé há 10 anos e é uma paixão minha haha Resolvi então mostrar meus vídeos favoritos, quando se trata da coreografia! Vamos lá?

A Sia, nos últimos dois videoclipes, convidou a talentosíssima Maddie Ziegler pra dar vida à eles, e a garotinha de  12 anos deixou todo mundo sem palavras, mesmo novinha ela tem muita técnica e expressão! Pra dizer a verdade, expressão é o diferencial de qualquer artista, é como sua identidade, entendem? A pessoa pode dançar tão bem ela quiser, sem expressão, ela não vai transmitir nenhuma emoção e, portanto, não vai alcançar o objetivo, que é justamente esse. Não entendeu? Repare nas caras, olhares e na força que a Maddie usa ao dançar!

O primeiro, Chandelier, que me ganhou nos primeiros segundos, quem me mostrou foi minha amiga Dani. Ela me mandou mensagem e disse “assiste isso, é sua cara”, fui lá, meio descrente pra dizer a verdade, porque a única música da Sia que eu já tinha escutado era “Titanium”, que não faz meu estilo.

Chandelier, foi o primeiro single do álbum 1000 forms of fear e as interpretações variam… Alguns dizem que trata-se da sua história com o uso excessivo de drogas e seu problema com alcoolismo, alguns acham que é sobre a solidão, outros acham que a música fala de suicídio… Talvez seja tudo isso junto, já que são 1000 formas de medo. É uma obra de arte, como aqueles quadros que a gente fica observando, criando teorias sobre o significado, mas nunca vai ter uma real certeza, até que talvez, o artista nos conte.

Dai, dia 7 de janeiro, ela solta mais um clipe, com a Maddie e Shia LaBeouf, e mais uma vez, sensacional! Nele a gente tem muito mais expressão que coreografia e é emocionante, seja qual for sua interpretação (sim, existem várias), a que mais me agrada é a que Maddie e Shia representam os dois diferentes lados da cantora, mas tem gente que acha que se trata da relação dela com o pai… E diferente do que dizem, não tem NADA de pedofilia ou coisas do tipo hahaha

O clássico Single Ladies da Beyoncé, que todo mundo conhece e já tentou imitar, mas não dá, não consigo entender como uma única pessoa pode ser tão bonita, ter uma voz dessas, um corpão desses e ainda dançar pra caramba! Novamente, observem a força que ela coloca nos movimentos, não é delicado, é forte, preciso, exatamente o que a música quer passar.

Esse clipe da P!nk, que usa do contemporâneo pra mostrar a relação conturbada dela com o namorado… O contemporâneo é uma escolha pra coisas mais emotivas, porque são bem “sem regras”, digamos assim. Você utiliza o corpo da maneira como quiser pra se expressar, não precisa de ponta de pé, postura, delicadeza… Vai de acordo com o que você quer transmitir.

Não é bem um videoclipe, na verdade é a parte final do filme Center Stage, o meu filme preferido quando se trata de dança… De qualquer forma, eu amo essa coreografia final!

Esse clipe do Pharrell, que tem um grupo de mulheres dançando. O mais legal é ver a reação das que estão assistindo a “amiga” dançar!

E pra finalizar uma homenagem ao dançarino de All About That Bass que apareceu pouco, podia ter sido o vídeo todo só dele, igual o cara do vídeo do Black Keys. Porque cada um dança de um jeito né hahahha

Bem, esses são os vídeos que me lembrei que gosto muito das coreografias, sejam elas muito laboradas ou mais simples e espontâneas! Você tem algum outro vídeo pra recomendar? Comenta pra gente!


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e ajude a espalhar o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR


Bruna Alecrim

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *