8 de outubro de 2016 / Conversa de banheiro Textos

Eu estou em um relacionamento sério. É com uma pessoa complicada, confusa e eu não sei muito bem como lidar com ela. As vezes ela sai do meu controle, outras eu acho que estou perto de entende-la, mas em pouco tempo essa esperança acaba. Na maioria das vezes, descobrir mais sobre ela é a melhor parte desse relacionamento e em outras, essa situação de não saber muita coisa depois desse longo tempo… Dá uma vontade de desistir. Mas não ia ser legal, nem para a gente e nem para os outros.

Estamos caminhando para 20 anos juntas. Alguns dias a gente está mais separada do que junta, parece que está meio brigada, mas no final a gente sempre acaba fazendo as pazes. Tem pouco tempo que eu comecei a realmente dar atenção para ela, tentar REALMENTE entende-la, seus gostos, sonhos e escolhas, e tem sido bem legal.

Um relacionamento com si próprio é a relação mais longa e complicada que você vai ter, mas é uma das poucas pela qual vale a pena você sempre lutar. Veja bem, se você não estiver bem consigo mesmo, nada mais vai bem, sua vida vai parando aos poucos e em pouco tempo você se vê empacado com você mesmo em uma situação que você não quer estar.

Quando nos damos uma chance, as coisas vão bem. Você passa a apreciar pequenos momentos sozinha e, apesar de uma noite com os amigos ser incrível, vão ter dias que tudo o que você vai querer é ficar em casa, assistir um bom filme e dançar pela sala na excelente companhia de você mesma.

Durante esses poucos anos de vida que tive, sempre escutei de amigas “se você não se valorizar e se amar, ninguém mais vai fazer isso”. Sempre achei a maior mentira, não fazia sentido na minha cabeça a ligação de uma coisa com a outra. Mas, sim, é a maior verdade de todas: Se ame antes e só aí você vai poder amar e ser amada da maneira correta.

Quando a gente está mal, quando não gostamos daquilo que vemos no espelho (e eu não estou falando apenas de aparência), a gente passa a jogar toda essa insegurança e frustação nos nossos relacionamentos, sejam nas amizades ou em namoros. A gente projeta nos outros tudo aquilo que sentimos por nós mesmos. Agora deu para entender um pouco melhor o porquê daquela frase do parágrafo acima fazer tanto sentido?

E essa relação nunca está 100%. Temos sempre mais para descobrir e evoluir, até porque nós estamos em constante processo de mudança. Mas é incrível descobrir quem é e gostar de ser e estar consigo mesma. Valorizamos muito pouco esse relacionamento e achamos difícil perceber a importância dele, mas sempre nos esquecemos que, nos bons e maus momentos, quem está sempre com a gente somos nós mesmos. Então, melhor que seja uma relação saudável e que você seja uma companhia agradável para aquela que passa 24 horas ao seu lado: você mesma.


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e espalhe o EA por aí!

YOUTUBE // INSTAGRAM  // TWITTER  // TUMBLR // FACEBOOK


Bruna Alecrim

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *