Bruna Alecrim

Bruna Alecrim, 19 anos. Goiana e estudante de Jornalismo. Ama dançar, fotografar e viajar.
Snapchat
Me acompanhe em tempo real lá no snapchat: BRUALECRIMF

Youtube

O que você quer ler?

Blogs Parceiros

Facebook
Instagram


7 de novembro de 2015 / Conversa de banheiro

tumblr_ntaip2rSwN1qk2q0jo1_500

Em toda a minha vida eu nunca tive a famosa alta estima. Nunca olhei no espelho e me achei bonita, nunca tirei uma foto e fiquei feliz com o que vi, quando me arrumo me sinto uma palhaça com toda a maquiagem e produção… enfim, poucas foram as vezes que me senti feliz sendo eu, com 18 anos na cara e caminhando para os 19, nunca me aceitei do jeito que sou, em qualquer que seja o aspecto: beleza, estilo, manias, personalidade.

Mas, porque isso? Claro, que existem n motivos que contribuem para todo esse sentimento de não aceitação, mas recentemente, decidi parar de culpar as situações do passado e as pessoas do passado… Na verdade a culpa disso tudo é, em sua maior parte, minha.

Em diversos momentos, vão acontecer coisas ruins e vão aparecer pessoas ruins, mas cabe inteiramente à nós mesmos saber excluir essas coisas e pessoas da nossa vida. É tudo uma questão de força de vontade e iniciativa. Mas, é lógico que é chegar nesse ponto é super complicado.

tumblr_nt38nbXroY1qb7r2fo1_r2_540

Primeiramente, é uma baita guerra interna admitir que a culpa é nossa e não dos outros e da vida, a gente nunca quer aceitar esse tipo de coisa, porque é muito mais fácil colocar a culpa em outros e se livrar do peso da responsabilidade de mudar as coisas. Aceitar é o primeiro passo, e isso requer uma certa maturidade que eu demorei 18 anos para conseguir. Depois, ainda temos que buscar toda uma força de vontade para mudar a situação e um pensamento positivo de que vai adiantar a tentativa de mudar as coisas.

Bom, aqui estou eu, escrevendo esse texto para vocês para compartilhar que: eu decidi mudar e estou disposta a ir fundo nisso. Sei que vai ser um caminho longo, difícil, mas necessário, que vai me trazer o autoconhecimento e amor próprio, coisas de que sinto tanta falta no meu dia a dia. Vou finalmente entender quem eu sou e o que eu quero, vou aprender a me valorizar e me colocar em primeiro lugar pelo menos uma vez na vida.

Esse texto não é somente um desabafo, mas também um convite para todas as pessoas que sentem algo parecido tudo isso que falei. Quero compartilhar aqui como toda essa transformação vai acontecer, os desafios e as conquistas do dia a dia. Espero ajudar alguns de vocês a conseguir começar junto comigo essa mudança, porque é péssimo não conseguir se sentir confortável na própria pele.


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e espalhe o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR // YOUTUBE


Bruna Alecrim


30 de outubro de 2015 / Famosos / Moda

Há anos não faço post sobre estilo! Me deu a maior saudade e resolvi voltar a fazer… e como não escondo de ninguém que adoro a Selena Gomez, decidi começar por ela!

2015 foi um ano de mudanças pra Selena Gomez, não apenas relacionado à carreira mas também (e principalmente) no estilo. Seleninha amadureceu e definiu seu estilo (um pouco perdido nos anos anteriores), e eu amei! Ela vem sempre apostando em produções que a deixam madura, porém sem deixar que a envelheçam.

A cantora, que acaba de lançar seu novo álbum “Revival”, gosta de apostar em looks com cores neutras e que valorizem seu corpo. Com muitas produções all black, ela aparentemente tem uma quedinha pelo comprimento midi (e não faz feio)!

casaco1 casaco3 casaco2 jaqueta1

Fã de casacos e jaquetas, Selena opta por modelos com cortes e formatos tradicionais, porém com algum chamativo, seja estampa, cor ou textura. Como prefere looks mais simples, sempre joga um casaco para dar um up na produção.

chic1
Por mais simples que sejam as produções, todas tem uma pegada fashion e chic, destaque para os sapatos, que a cantora sempre utiliza como um trunfo para o look.

dress1 dress2
Quando opta por cores neutras sem estampas, aposta nos cortes diferenciados e detalhes para chamar a atenção, como por exemplo, o cinto que ela usou com esse Elie Saab branco ou a junção das duas cores no vestido preto e branco.

saia1
Selena também gosta de sempre deixar um pouco de pele à vista, seja usando um top cropped, saias mais curtas ou longas e midi com fendas.

shorts street1cozy
Prefere sempre o mais confortável, sem deixar o estilo de lado e optando por peças que valorizem seu corpo. O que mais gostei de ver enquanto buscava as fotos pro post, foi ver que ela é “gente como a gente” e viaja de legging e moletom sem o menor problema!

eventos1 eventos3 eventos2 
Nos eventos, Selena segue o que já falei antes: mostrar um pouco de pele com decotes e cortes diferente e cores neutras na maioria das vezes (se bem que ela adora um look com vermelho também). Selena não é muito fã de acessórios, raramente usa colares e pulseiras e quando usa, são bem delicadas.

make
Na hora da maquiagem, ela prefere o estilo natural, meio “woke up like this”. Quando sai desse padrão, prefere apostar em cores de batons mais escuras.

Bem gente, é isso! Espero que tenham gostado da volta da tag e de conhecer o estilo da Selena… Deixem nos comentários quem vocês gostariam que aparecesse na tag! Beijão


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e espalhe o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR // YOUTUBE


Bruna Alecrim


2 de outubro de 2015 / Beleza

large (3)

Olá, meu nome é Vitoria Kipnis e eu te desafio a proclamar independência do seu salão de beleza!

Quant@s de nós já não gastamos grande parte do nosso orçamento para profissionais de beleza nos ajudarem a cuidar da saúde de nossos cabelos, unhas, pele e sobrancelhas? Quant@s de nós já tivemos que pagar absurdos por uma maquiagem que as vezes nem sempre nos agrada? Ou o mesmo para um penteado? Isso não acontece só com você, acredite!

Eu estou aqui para te ajudar a conseguir lentamente mas seguramente ser sua própria profissional. Vou te ajudar a cortar os gastos com idas desnecessárias para o salão, te informar das melhores dicas e segredos que rolam dentro dos melhores salões de beleza.

Não me entenda mal, não há nada de errado em ter um dia só pra você e querer ser mimad@ e cuidad@ por outros. Mas eu quero fazer com que as suas idas para o salão sejam por pura decisão e vontade sua, e não por necessidade. E, quem sabe assim, você junta o dinheiro e consegue algo que sempre quis ter e fazer. Parece uma proposta justa, não?

Não importa quantos anos você tem, essas dicas serão valiosas e são super fáceis de serem feitas por qualquer um! Acompanhe comigo essa série de mini artigos e vídeos para conseguir você também a sua independência!

Os posts serão divididos por assuntos:

  • Pele
  • Cabelo
  • Maquiagem
  • Unhas

E estou aperta a sugestões de assuntos!

No nosso primeiro episódio eu vou falar sobre o segundo assunto, cabelos. Estava querendo faz muito tempo dar uma clareada nos meus cabelos e só pra dar uma contextualizada, eu vou contar rapidinho a historia deles pra vocês entenderem como cheguei a essa técnica. Dos meus 14 até uns 16 anos eu sempre ia ao salão fazer luzes e obre hair com descolorante. Isso da um efeito muito bom no começo, mas quando você torna essas idas ao salão periódicas e fica cada vez mais claro, você percebe que perde a beleza natural dos fios e seu cabelo nunca mais será o mesmo! Mesmo que você seja ultra ric@ e possa ir sempre ao salão ou super regrad@, faz tratamentos de nutrição, hidratação e reconstituição, simplesmente não é mais a mesma coisa. Quem é loir@ sabe do que estou falando. Para algumas pessoas, essa mudança do estado físico dos cabelos não incomoda tanto e o agrado com a cor dos cabelos é maior do que essa “decepção”.

large (5)

Enfim, o que aconteceu foi que quando eu tive que cortar mais de metade do meu cabelo pra ver se ele voltava a ter volume e brilho, e resolvi que queria voltar a cor natural deles. Não demorou tanto assim porque como parei de descolorir e começei a cortar menos (e tomei por alguns meses um suplemento de vitaminas porque meu cabelo estava realmente precisando), logo logo meu cabelo já estava inteiramente virgem. Bom, quando esse dia chegou, já estava bem cansada da cor dos meus fios, e queria que ele desse uma clareada na raiz (todo mundo sabe esse dilema: as pontas do cabelo ficam numa cor maravilhosa por causa do sol, mas a raiz parece sempre estar bem escura e sem vida), então eu pensei: quero clarear. Fiquei bem em duvida de como fazer isso sem ter que voltar a ser escrava do descolorante e das idas ao salão de beleza pra retocar a raiz. Daí eis que me veio uma ideia mirabolante! E se eu tentasse clarear meu cabelo com tinta (as tintas usam creme revelador misturado com  a nuance escolhida, mas não usam pó descolorante)? Quando eu falei isso pra o cabelereiro que escolhi para fazer isso, ele veio com toda aquela conversa de que tinta não descolore o cabelo, que com descolorante fica bem mais bonito etc. Eu não cai nessa armadilha. Eu sabia que meu cabelo iria abrir (os fios precisam abrir – clarear um tom – para pegar uma cor mais clara que meu cabelo) e não me importaria que ficasse bem sútil essa coloração. Na época eu amei o resultado! Consegui o resultado que queria, a raiz mais clara e o cabelo com cara mais “viva”, e ainda por cima eu não ganhei nenhum daqueles resultados negativos da descoloração. Fiz isso em Julho de 2014, até agora estava ainda bem feliz, mas com o tempo meu cabelo voltou a ficar virgem e mais escuro que desejava.

Pois então liguei no meu salão de costume e perguntei quanto custava pra fazer esse mesmo processo, e a moça disse a partir de 195 reais – a partir de 195 reais! Meu coração parou, e se você é que nem eu e tem um milhão de outras coisas que precisa gastar seu dinheiro com, pensaria também em desistir desse mimo e mudança, MAS eu não desisti e você não deveria também, vou mostrar pra vocês como eu fiz pra clarear meus cabelos com resultado natural, porém aparente, em casa mesmo e gastando 30 reais.

Essa é uma boa saída pra quem tem cabelos castanho claro e também para os tons um pouco mais escuros, o resultado para cabelos mais escuros serão um pouco menos claro do que os demais, mas da o efeito igual de “vida” e luz aos cabelos (Não recomendo esse processo pra quem tem cabelos não clareiam facilmente, porque pode ser que a tinta não pegue).

Pra começar você tem que escolher uma tinta permanente, e não tintas temporárias (não se engane, maioria daquelas tintas de caixinha são temporárias, leia com atenção!), porque elas tem maior poder de clareamento além de normalmente virem com o creme revelador de maior volume. Não recomendo que vocês comprem aquelas tintas profissionais, até porque não tem necessidade, essas de caixinha sempre vem com tudo que precisa e são mais em conta.

large (4)

AVISO: os resultados que eu obtive foram com o meu cabelo virgem, se maior parte do seu cabelo está descolorido os resultados podem ser mais claros que os meus e mais parecidos com a nuance da caixa, e se seu cabelo tem tinta de outras colorações, eu não recomendo esse procedimento porque pode não clarear e não chegar a coloração desejada. E sempre leiam o folheto explicativo que vem com as tintas, viu? São importantes.

A marca que escolhi foi a Koleston por alguns motivos que podem te fazer escolher ela também: ela vem com um creme hidratante pós coloração que dura “até 4 aplicações” (normalmente dura só uma), vem com um reativador de cor e também porque ela tem uma linha especial de loiros. A escolha da tinta é muito pessoal e pode ficar por sua conta. Só tenha certeza de pesquisar direitinho e ler revisões sobre cada marca pra ver se ela vai te dar o resultado que você procura.

Bom, agora vem a parte da cor. A cor que escolhi foi a 12.1 loiro claríssimo acinzentado. Eu escolhi essa cor porque quanto mais escura (menor o número antes do ponto), menor seria a probabilidade de realmente ficar claro meu cabelo. Não se assuste ao ver essa cor, não vai ficar assim seu cabelo, prometo! E também por causa desse .1 que significa que ele tem tonalizante que vai deixar a cor mais pro cinza e não pro alaranjado que não gosto tanto.  Também totalmente pessoal, o meu conselho é escolherem nuances maiores que 9.

Agora você esta se perguntando: ué, Vitoria, mas você vai pintar seu cabelo inteiro, isso não vai tirar a cor natural do seu cabelo? Sim, se eu fosse fazer isso, MAS eu não vou e nem você! Eu comprei aquelas toucas que tem furinhos, ja viu? Ficou super fora de moda, e quase nenhum salão usa mais e só usam papel alumínio.  Pois é, mas essa coisa estranha vai ser seu maior aliado nessa missão.

Quando você for comprar a touca, tenha certeza de comprar uma que venha (ou compre separado) uma agulha de puxar os fios. Você também vai precisar analisar qual vai ser o tamanho dos buraquinhos da touca. Quanto maior, menor será o efeito “natural”, isso também é de total escolha sua! A dica que dou nesse item é comprar uma de boa qualidade, porque se você comprar uma muito ruim, pode ser que ela rasgue (não precisa comprar o profissional, também) e não queremos isso.

Pronto, só isso que você vai precisar e o resultado vai ser bem parecido com o meu antes e depois. Fiz um vídeo mostrando direitinho como eu fiz, é bem amador, mas os resultados foram ótimos! Espero que gostem e até a próxima!

Spoiler alert: o próximo vídeo via ser sobre cuidados da pele e receitas caseiras de esfoliação e hidratação.


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e espalhe o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR

Post da colaboradora de moda e beleza Vitoria Kipnis


Bruna Alecrim


1 de outubro de 2015 / Leitura / Vlog

IMG_6218ed

Oi gente, tudo bem? Hoje vim pra trazer pra vocês uma resenha de livro (todos comemoram, porque já tinham MESES E MESES que eu prometia e nada)! O livro da vez é o “Austenlândia” da Shannon Hale. Dessa vez a resenha é em vídeo, vem ver:

Queria saber se vocês curtem as resenhas em vídeo, preferem por escrito ou as duas coisas juntas… Deixa aqui nos comentários pra eu saber!


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e espalhe o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR // YOUTUBE


Bruna Alecrim


25 de setembro de 2015 / Outros

Oi gente, como vocês estão? Hoje eu vim aqui com planos de indicar 5 vlogs legais pra vocês, mas eu sou tão apaixonada na Julia, conhecida nesse mundão da internet como Jout Jout, que tive que fazer um post especial só pra ela.

Pra começar, ela me lembra MUITO a minha irmã, que também chama Júlia, por causa do senso de humor incrível… A Jout Jout fala (e faz) tudo o que vem na cabeça, sem a menor vergonha, sem mimimi e sem pudor. O que mais me conquistou foi justamente esse jeitinho de tratar das coisas de maneira natural, sem a forçação de barra que vejo em vários vlogs de “comédia” por aí.

Eu conheci o canal dela por causa desse vídeo:

Depois de assistir isso, não tem como deixar de ver mais (NO MÍNIMO) 5 vídeos dela! Então, já facilitei seu trabalho e selecionei meus favoritos…






Bom gente, é isso! Espero que tenham rido bastante com os vídeo da Julia, porque eu sei que ri MUITO! Beijão e até a próxima!


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e espalhe o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR // YOUTUBE


Bruna Alecrim


21 de setembro de 2015 / TV e Cinema / Vlog

Oi gente, como vocês estão? Adivinha quem voltou com o blog? Não, não é brincadeira, juro que voltei mesmo hahaha Comecei um projeto pelo twitter e decidi mostrar ele lá pelo youtube… Mas, claro, vou sempre postar os vídeos aqui também, mesmo que alguns dias depois (pra conferir os vídeos na hora em que forem postados é só se inscrever lá no canal)!

Bom, o nome do projeto é auto explicativo né? Vou assistindo os filmes e gravando as resenhas pra vocês lá no canal! E o primeiro filme foi: Orgulho e Preconceito, dirigido por Joe Wright! Vem ver:

Bom, é isso! Espero que tenham gostado, não deixe de se escrever lá no canal!


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e espalhe o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR


Bruna Alecrim


19 de setembro de 2015 / Outros

Oi gente, como vocês estão? Hoje vim trazer para vocês umas ilustrações lindas do Puuung, um artista coreano. Ele quis mostrar para as pessoas que o amor vai além das três palavrinhas (“eu te amo”), é mais do que os grandes gestos de amor… São as pequenas coisas que nos faz sentir amados! Para o artista, “o amor é algo que todo mundo pode se identificar. E o amor vem em maneiras que nós podemos facilmente negligenciar em nossas vidas diárias. Então, eu tento encontrar o sentido do amor em nossas vidas diárias e torná-lo em arte”.

6e257b49b4a0d04a4c84fd16179c3c59 1553360_708149409217767_612292788_o amar-é-ilustrações-puuung-28 artist-puuung-illustrates-what-real-love-looks-like-20 fgjdlirijwl love-is-illustrations-Puuung-41 photo-original puuung puuung3 puuung4 puuung5 puuung7 puuung8 puuung9 puuung10 puuung11 puuung13 puuung14 puuung15 puuung16 puuung17 puuung18 puuung21 puuung22 puuung23 puuung24 puuung-wake-up qgLgIry

Coisa mais linda né?


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e espalhe o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR


Bruna Alecrim


18 de setembro de 2015 / Conversa de banheiro / Textos

large

O ser humano é feito de lembranças, experiências, aprendizados. Possuímos um cérebro que consegue armazenar tudo aquilo que julgamos ser importante para nossa vida. Imagina que terrível seria se a gente simplesmente perdesse as nossas memórias? Esquecêssemos quem são nossos parentes, esquecer completamente de dias especiais, esquecer onde fica cada cômodo da nossa casa…. Bem, isso acontece, infelizmente.

Semana passada eu e meu pai assistimos o filme “Para Sempre Alice”, que rendeu o oscar de melhor atriz para Julianne Moore (para quem não sabe, o filme mostra o dia a dia de Alice, uma professora universitária que descobre sofrer de Alzheimer precoce). Terminamos eu e ele chorando, mas não por ser um filme triste, mas porque nós dois lembramos do meu avô, que sofria da mesma doença e faleceu há alguns anos.

Eu era bem nova quando descobriram a doença do meu avô, não entendia muito bem o que era aquilo e porque ele tinha aquela doença, eu só sabia que ele esquecia das coisas com maior frequência. Ninguém nunca sentou e explicou pra gente, os netos mais novos, o que era aquilo, porque acontecia, como isso afetaria as nossas vidas e coisas do tipo, eu só sabia o que ouvia de algumas conversas entre meus pais e tios, e das poucas perguntas que tinha coragem de perguntar.

large (3)

No início eu não percebia os sinais e achava que meu avô não tinha nada de errado. Pra quem é criança, doença só é doença de verdade se te deixa abatido, magrelo e fraco, então, pra mim, a doença do meu avô era ainda mais dificil de entender. Porque era assim, meu avô era fisicamente super saudável, mas lá no cérebro, as coisas estavam indo de mal a pior. Primeiro ele não lembrava compromissos, depois datas… Passou a usar fraldas na hora de dormir porque não encontrava o banheiro de noite e fazia xixi nas calças… Adquiriu manias engraçadas, tipo a mania de economizar: passou a desligar todos os eletrodomésticos da tomada antes de dormir (sim, até a geladeira e o congelador, com todas as comidas dentro); desligava as luzes de todos os cômodos, independente se tinha ou não alguém dentro; quando tinha promoção no supermercado, comprava em excesso (comprava uma quantidade tão grande que perdia antes de consumir a metade) e por ai vai.

Passou a confundir o presente com o passado, ele não aceitava que morava em Goiânia, na cabeça dele, ele estava ainda em Patos de Minas, a cidade que ele nasceu e cresceu. Jurava que ainda tinha imóveis que já havia vendido há anos (e brigava com todo mundo por causa disso, era preciso mostrar os documentos da venda e mesmo assim ele não aceitava), achava que parentes já falecidos ainda estavam vivos… basicamente, a cabeça dele voltou a viver a juventude dele.

Por fim, ele passou a esquecer as pessoas… Não me lembro de quem ele esqueceu, mas nesse ponto da doença eu tive uma experiência muito marcante com meu avô: eu cheguei na casa dele e da minha avó para o (sagrado) almoço de domingo em família, ele me cumprimentou “Oi, bruninha! Deus te abençoe” e começou a brincar comigo de bater um na mão do outro. Depois de um tempo, eu fui fazer alguma outra coisa e ouvi meu avô questionando minha avó sobre qual era o meu parentesco com ele, “A Bruna é minha sobrinha?”, ouvi ele perguntando. Acho que só nesse ponto, percebi o quão séria, devastadora e triste essa doença é.

alzheimer_mains

Por fim, meu avô morreu. Mesmo nos estágios mais avançados da doença ele manteve toda a alegria que sempre teve, sempre fazendo piadas (as vezes repetia a mesma piada a cada hora, porque esquecia que já tinha contado) e brincando com todo mundo e é isso que eu mais guardo dele, o carinho e o bom humor que ele sempre teve comigo.

É muito doído lembrar disso tudo, mas depois de assistir à atuação pura e tão real da Julianne Moore (eu e meu pai identificamos tantas coisas que meu avô fazia), acabei precisando escrever tudo isso, colocar para fora o que guardei por tantos anos. Para quem está passando pela mesma situação, deixo aqui alguns recados: seja paciente, não é culpa da pessoa ela não se lembrar das coisas, não desconte suas frustações nela. Se aproxime, fique o máximo de tempo possível com essa pessoa, ao contrário do que todo mundo pensa, eles não querem se isolar, é só ter alguém com quem conversar que eles vão contar todas as aventuras que tiveram quando jovens. Por fim, aceite a doença que a pessoa tem, não tente fingir que está tudo bem, que não é grande coisa, quem está passando por isso precisa de ajuda e muito amor.


 

Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e espalhe o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR


Bruna Alecrim


8 de setembro de 2015 / Fotografia

Milena

Oi gente, tudo bem? Hoje vim contar para vocês sobre meu novo projeto fotográfico,  O “Projeto Almas”. Bem, criei o projeto para retratar amigas (pelo menos, era o plano, inicialmente) e tentar, pelas fotos, captar o máximo que eu conseguisse do jeito de ser e dos gostos delas, ou seja, a alma de cada uma. No fim das contas, acabei aprendendo muito sobre mim mesma: descobri que sou apaixonada por retratos femininos (a ficha ainda não tinha caído) e venho aos poucos descobrindo um pouco mais do meu estilo fotográfico; além disso, tenho passado um tempo muito bom com cada uma das modelos do projeto!

Os ensaios são combinados sempre em locais em que as garotas se sintam bem à vontade e me permitam, com mais facilidade, retratar elas de maneira mais íntima. As roupas são as preferidas delas, as que elas se sentem mais confortáveis. Tudo é pensado para que o clima fique bem tranquilo e não tenha espaço para aquela vergonha que todo mundo, que não está acostumado em ser modelo, tem.

O projeto, além de e deixar trazer todas essas ótimas experiências, ainda me deu uma enorme felicidade na última semana: Algumas fotos dele apareceram lá na revista online que eu amo, B-Authentique. Pra quem não conhece, é uma revista onde são publicados apenas os trabalhos de modelos e fotógrafos que os editores gostam muito!

Nesse post, vou mostrar algumas fotos de vários ensaios e ao longo das semanas, venho contando mais detalhes de um por um!

Vitória KipnisIMG_8534Nat CatelanMilena MassaraniAnnaBárbaraGabrielaJúlia

Bem, é isso gente! Em breve trago os detalhes, como prometi! Pra quem quiser ver mais fotos é só entrar na minha página ou no meu portifólio


Bruna Alecrim


31 de agosto de 2015 / Música

Oi gente, nessa segundona linda, pra animar o dia de vocês, venho anunciar essa nova tag aqui no blog: todo último dia do mês vou fazer um resumão dos lançamentos mais legais no mundo da música! Então, vamos começar?

tumblr_ntg1lmevPX1qdfu2ko1_540

Jojo tá de volta, a cantora da inesquecível “Too Little, Too Late“, que estava sumida desde 2006, lançou três singles juntos no dia 20! Vamos analisar um por um? Na primeira, “Save My Soul”, Jojo fala de um cara que só faz mal pra ela, mas que ela não consegue resistir. Na segunda, “When love hurts”, ela fala de um relacionamento complicado que aparentemente acabando, pra finalizar ela diz que ‘quando o amor dói, é quando a gente vê que é verdadeiro’ (NÃO!!!). Já na última, “Say Love”, ela fala que tudo que ela quer ouvir é o cara dizer ‘eu te amo’.

As batidas são bacanas, as três são muito boas de escutar, mas não ganharam meu coração (pelo menos, não ainda)… Das três, a que eu mais gostei foi “Say Love”. Fiquei feliz, porque sempre gostei muito da Jojo e todo mundo sabe que ela realmente canta, sem abafar microfone, sem ajudinha de backing vocal e sem playback. Tá em falta no mundo da música, né gente?

tumblr_ntctgsqn941qmroe5o1_500

A atriz, Hailee Steinfeld, de Pitch Perfect (que eu sempre achei linda quando via fotos dela nos red carpets) começou a investir na carreira musical! Conheci o primeiro single porque a Lena Dunham postou no instagram dizendo que tinha amado, fui procurar na hora. Na primeira vez que escutei já gostei da letra e da pegada da música, mas algo nela não me agradou de cara. Acabei baixando mesmo assim e hoje eu amo (acho que o clipe deu um empurrão, porque achei maravilhoso)!

No clipe, Hailee aparece maravilhosa cantando em um terraço, enquanto isso alguns espelhos com o nome do single “Love Myself” aparecem espalhados pela cidade e quem passa pode expressar seu amor próprio ali no meio da rua. A letra da música fala (nas entrelinhas) de um fim de relacionamento e na caminhada pra superar o cara. Hailee fala que ela, aos poucos ela vai se sentindo bem sem o ex, no refrão ela canta que não precisa de ninguém pra sentir amada, porque ela tem à ela mesma.

Uma das bandas que mais curto, Imagine Dragons, lançou a faixa Roots. Como sempre a música é incrível e tudo nela orna… Gostei muito da batida e espero que isso seja um sinal de novo álbum em breve!

landscape-1439416462-miley-cyrus-marie-claire

Vazou uma música inédita da Miley Cyrus! A faixa chama-se Freaky e parecer fazer parte do novo álbum dela…. Eu adorei a música e segue bem na descrição que o produtor da cantora fez a respeito do novo álbum: “Soa como uma música country da Lana Del Rey apoiada por um coral”. Já quero ouvir o resto do álbum! Você pode escutar a faixa aqui.

<centerA Birdy e o cantor inglês Rhodes gravaram um simples e maravilhoso para a linda “Let it all go”. Tive um período em que escutava muito as músicas da Birdy, depois de um tempo, acabei cansando… mas essa parceria ficou incrível, as vozes combinaram muito bem juntas!

Lana foi o nome mais presente nesse mês de Agosto… saiu o clipe de “High by the beach”, em que Lana aparece curtindo a paz em sua casa de praia, até que aparece um paparazzi… Ela tira uma arma enorme de uma caixa de violão (que vamos combinar, não cabia lá dentro), segura na maior delicadeza e explode um helicóptero hahaha mas, a faixa é bem gostosa de ouvir e se parece mais com o primeiro álbum (meu preferido).

Ela ainda soltou o single “Terrence Loves You”, que é a faixa favorita da Lana no novo cd (Honeymoon). A gente entende, Lana, porque a música é incrível! Bem melancólica e sinceramente, a melhor que ela lançou nos últimos tempos, aquele tipo de música que te faz sentir algo!

Justin Bieber soltou uma música nova no finalzinho do mês, a faixa “What Do You Mean” tem uma pegada que me agrada muito mais do que as antigas músicas do cantor… Ele já soltou a música com os lyrics! Apesar de não gostar do cantor, tenho que admitir gostei bastante dessa nova música e se o próximo álbum for nessa pegada, com certeza vou curtir!

 demi-lovato-confident

Demi soltou a tracklist e a capa do novo álbum pelo twitter de um jeito bem diferente… ela escreveu o nome da primeira faixa em um tweet em seu perfil, já os nomes das faixas seguintes foram divulgados em perfis de outras celebridades, como Kim Kardarshian e Nick Jonas. O álbum, com nome “Confident”, vai ser lançado em outubro com 13 faixas! Confira a tracklist:

  1. Confident
  2. Cool For the Summer
  3. Old Ways
  4. For You
  5. Stone Cold
  6. Kingdome Come (feat. Iggy Azalea)
  7. Waitin For You (feat. Sirah)
  8. Wildfire
  9. Lionheart
  10. Yes
  11. Father
  12. Stars
  13. Hughes

Depois que Spice Girls acabou, minha girl band favorita é Little Mix! As garotas lançaram a ótima e bem animada “Hair”, que havia vazado um dia antes da data de lançamento da faixa.

O irmão Jonas mais novo lançou seu novo single, “Levels”. Nick está mostrando que o novo álbum vai ser demais, porque tanto “Levels” quanto a faixa anterior, “Chains”, são incríveis! A música é super dançante e gruda na cabeça, mas preciso admitir que “Chains” ainda é minha preferida! hahah

One Direction, que vai entrar em hiato no ano que vem (até porque, que ano o de 2015 pra eles, né? Traição, integrante saindo da banda, paternidade, boatos de casamento…), lançou a primeira música sem o ex-integrante Zayn. O single “Drag me Down” ganhou um clipe gravado na NASA e o Harry tá maravilhoso, gente (meu crush por caras de cabelo grande nunca passa)! A música é super animada e se tornou minha favorita da banda, com certeza!

Pra finalizar e deixar todo mundo na expectativa de muita coisa maravilhosa vindo ai, Lily Allen mostrou pra gente uma das faixas de seu novo cd “Sheezus” (que a gente espera chegar ainda em 2015 nas lojas). Ela colocou pra tocar a música “You’re Onto Me” para tocar durante uma transmissão no Periscope e tá incrível

Bem gente, esse foi o giro musical do mês de Agosto, final de Setembro eu volto com as novidades musicais! Gostaram?


Gostou do post? Compartilhe com suas amigas e amigos e ajude a espalhar o EA por aí!

INSTAGRAM // TWITTER // FACEBOOK // TUMBLR


Bruna Alecrim